MARROCOS

VISITAR MARROCOS

VIAS EM MARRAKECH

Endereço:

HAMID KARAOUI

HASSANIA 1 NR 167

M´HAMID MARRAKECH


Telefone:

+212 668 896425


Email:

Excursao Nomarrocos@gmail.com

LIGUE HOJE PARA UM DE NOSSOS ESPECIALISTAS :

+212 668 896425

EXCURSAO NOMARROCOS@GMAIL.COM

VIAS EM MARROCOS

VISITAR MARROCOS!

VIAS EM MARROCOS

Formulario de contacto

*Aliqam par conue day*Marrakech
“ Visite Marrocos  e seu saber sua  cultura.”

Marrakech é uma cidade do centro-sudoeste do Marrocos, situada perto do sopé norte da cordilheira do Alto Atlas. Conhecida como a "cidade vermelha", a "pérola do sul" ou a "porta do sul", é a capital da prefeitura homônima, a qual faz parte da região de Marrakech-Tensift-Al Haouz. Em 2004 tinha 801 043 habitantes.

É a quarta maior cidade do país, a seguir a Casablanca, Fez e Rabat. Situa-se 580 km a sudoeste de Tânger, 327 km a sudoeste de Rabat, 240 km a sudoeste de Casablanca e 246 km a nordeste de Agadir. É provavelmente a mais importante das chamadas quatro cidades imperiais de Marrocos (as outras são Fez, Meknès e Rabat) e a que atrai mais turistas.

O clima é mediterrânico seco. A temperatura média anual é de 19,2°C e oscila entre os 11,6°C, em janeiro, e os 27,6°C, em julho. As precipitações são de 247 mm anuais, concentradas de outubro a maio, muitas vezes de forma torrencial.

Marraquexe é servida pelo Aeroporto Marrakech-Menara (IATA: RAK, ICAO: GMMX) e por uma ligação ferroviária com Casablanca e o norte do país. Na cidade há várias escolas e universidades, nomeadamente a Universidade Cadi Ayyad. Há igualmente vários clubes de futebol, como KAC Marrakech, o Najm de Marrakech, o Mouloudia e o Chez Ali Club. O circuito urbano Moulay el Hassan acolhe o provas de automobilismo do WTCC, o Auto GP e Fórmula 2 FIA.

Casablanca

Casablancanota é a maior cidade de Marrocos, na costa atlântica do país, e uma das maiores do Norte de África. Tem cerca de 5,5 milhões de habitantes. É o maior porto e o maior centro industrial e comercial de Marrocos.

A cidade possui uma praça principal, da qual irradiam diversas avenidas. Na generalidade, os edifícios constituem uma versão francesa da arquitectura árabe-andaluza, brancos com linhas simples, sendo de especial interesse a área da Praça das Nações Unidas, onde se localizam as maiores infra-estruturas.

Casablanca possui um dos maiores portos artificiais do mundo, sendo um local importante de negócios e comércio. As principais indústrias são a pesqueira, a vidreira, a de mobiliário, a de materiais de construção e a do tabaco. Existem várias áreas de comércio, onde são vendidos vários tipos de produtos, nomeadamente o artesanato.

O inverno como em todas as cidades do norte da África é com temperaturas não muito altas, mas também não baixas. Os verões não são muito quentes, mas muito secos.

O clima de Casablanca é comparável ao de San Francisco (Estados Unidos), de Santiago (Chile), de Melbourne (Austrália) ou da Cidade do Cabo (África do Sul). Durante o verão, as chuvas e massas de calor são muito raras.

ESSAOUIRA

Esauira antigamente chamada Mogador, é uma cidade da costa sudoeste de Marrocos, capital da província homónima, que faz parte da região Marrakech-Tensift-Al Haouz. Em 2004 tinha 69 493 habitantes1 e estimava-se que em 2012 tivesse 78 390 habitantes.

A cidade é considerada por muitos a estância de praia mais agradável de Marrocos, pelos seus extensos areais, dunas e pelo centro histórico, classificado pela UNESCO como Património Mundial em 2009, uma mistura de cidade do século XVIII com um povoado medieval, cercado de muralhas que por sua vez estão rodeadas de canteiros de flores e pelo Oceano Atlântico. É conhecida pelos amantes do windsurf pelos seus ventos, o que está na origem da epíteto turístico "Wind City, Afrika".

Os portugueses sob o comando de Diogo de Azambuja construíram aqui um forte, designado por Castelo Real de Mogador, em 1506. Em 1525 este castelo foi conquistado pelos marroquinos.

Cascatas de Ouzoud

As cascatas de Ouzoud são quedas de água com cerca de 110 m de altura, situadas na parte central de Marrocos, na região montanhosa de transição do Médio Atlas para o Alto Atlas.nt 1 Situam-se poucos quilómetros a sudoeste dos limites do Parque Nacional do Alto Atlas Ocidental, 120 km a sudoeste de Beni Mellal e 150 km a nodeste de Marraquexe, perto das aldeias de Ouzoud e de Tanaghmeilt, na província de Azilal. A cidade mais próxima é Aït Attab.

O local é a maior atração turística da região e as cascatas são as mais altas e frequentemente são referidas como as mais espetaculares de Marrocos. Ao contrário do que é usual, as cascatas, constituídas por uma série de quedas de água, são mais largas em cima do que em baixo. O vale abaixo das cascatas, onde existe uma espécie de piscina natural, é luxuriante e o seu encanto é amplificado pelo facto de estar escondido, só sendo visível no fim do caminho rodeado de oliveiras que lhe dá acesso. São as oliveiras que dão o nome às cascatas, pois "ouzoud" significa "azeitona" em língua berbere.

Outras atrações turísticas nas proximidades pela beleza da paisagem são a garganta do el-Abid e a chamada "aldeia mexicana". A garganta tem cerca de 600 metros de profundidade, e por vezes não se distingue a parte inferior desde a estrada que serpenteia ao longo do cimo do vale, e que é um dos acessos às cascatas. A montante das gargantas, o el-Abid alimenta a grande barragem de Bin el Ouidane, situada do outro lado do parque nacional. A "aldeia mexicana", que alguns preferem chamar, mais acertadamente, de "aldeia berbere", acessível por caminhos com trechos semi-subterrâneos. O vale do Abid é também popular para caminhadas.

Merzouga

Merzouga é uma pequena aldeia Berbére no deserto do Saara em Marrocos localizada a cerca de 35 km de Rissani, 40 km de Erfoud, e, a cerca de 20 km de distância da fronteira com a Argélia.

A aldeia de Merzouga é conhecida por se situar junto ao Erg Chebbi, o maior conjunto de dunas de Marrocos, ponto de interesse turístico pelas várias actividades no ramo: excursões em camelos, circuitos 4x4, bivouacs e acampamentos nas dunas, banhos de areia terapêuticos, viagens em moto 4.

A aldeia divide-se em 3 partes: zona das dunas, centro da aldeia, e parte nova, para norte do rio e antes de se chegar à grande porta da aldeia.

Water for Life foi um concerto do músico francês Jean Michel Jarre na noite de 16 de Dezembro de 2006, nas dunas de Merzouga. O concerto teve o apoio da UNESCO já que 2006 foi designado o ano Internacional dos Desertos e da Desertificação pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

À volta das dunas existem ainda outras aldeias menos conhecidas como Hassilabied a 4km, Tanamoust a 3km, Takoujt a 1.5km, Khamlia a 7km e Tisserdmine a 15km.